Eu estava com muito
tesão naquela dia. Fui encontrar uns amigos e bebemos um pouco. Por volta da
meia noite resolvemos ir embora e eu, resolvi dar uma passadinha pela Rego
Freitas. Dei várias voltas e não tinha coragem de parar. Achei um
estacionamento ali perto e resolvi dar umas voltas a pé mesmo e no caminha fui
abordado por uma morena linda. Achei até que era uma mulher, mas quando começou
a falar deu para perceber que era um travesti. Me convidou para brincarmos
gostoso e eu perguntei como era e tal e acertamos o preço. Fomo a um hotel ali
pertinho e apesar de nervoso entrei. Fomos ao quarto indicado e ela foi
rebolando na minha frente me provocando. Entramos no quarto e ela deixou a
iluminação baixa e ligou a TV. Estava passando um filminho de sacanagem. Ela
tirou a roupa e ficou só de calcinha preta enfiada no rego. Que bundão ela
tinha. Veio até mim e começou a tirar a minha roupa e perguntou se eu nunca
tinha estado com uma boneca. Eu disse que não e ela passou a língua rapidamente
pelos meus lábios e disse que eu iria adorar. Me deixou peladinho e começou a
alisar meu pau que já estava duro. Me deitou na cama, colocou uma camisinha no
meu pau e começou a mamar bem gostoso. Estava uma delícia e ela perguntou se
podia tirar a calcinha. Eu mesmo tirei e me deparei com um lindo pau moreno e
grosso e muito duro. Assim que baixei sua calcinha ele pulou para cima. Ela
perguntou se eu queria dar uma pegadinha. Eu não respondi e o segurei bem de
leve. Estava morrendo de vontade de dar uma mamadinha naquela coisa linda e
dura, mas continuei só a punhetá-la. A morena estava me assistindo e parecia
estar gostando. Ela rapidamente pegou uma camisinha e colocou no seu pau. A
camisinha entrou fácil, pois estava muito duro. A morena me segurou pela cabeça
e guiou seu pau até minha boca. Mamei muito, passei a língua nas suas bolas sem
pelos, chupava a cabecinha e depois engolia ele inteiro. A morena deixou sobre
mim e chupou meu pau. O seu pau parecia um cacho de uva ao alcance da minha
boca. Eu estava adorando. Ela se levantou e ficou de joelhos me olhando. Fiquei
de frente com ela, nossos paus se roçando e nos beijamos. Ela perguntou se eu
queria meter nela e eu disse que sim. 
Ela ficou de quatro, passou creme no
cuzinho e eu meti gostoso, meu pau deslizou para dentro daquele cuzinho
maravilhoso, bunda enorme com marquinha de biquíni, que delícia, segura ela
pela cintura, passava as mãos nos peitinhos duros. Estava quase gozando e ela
percebeu. Perguntou se eu não queria que ela me comesse também e eu topei na
hora. Eu queria de quatro, mas ele me pós de frango assado e enfiou tudo sem
dó. Doeu muito, mas eu estava adorando. Meu pau amoleceu por causa da fúria da
minha morena, mas continuei firme sentindo aquela rola me invadir sem dó. Ela começou
a me punhetar na tentativa de me fazer gozar, mas não dava daquele jeito e
então resolvemos para um pouco. Depois de uma rápido banho estávamos fumando um
cigarro e conversando e seu celular tocou. Atendeu rapidamente e ficou falando
com uma amiga uns dois minutos. Sem desligar o fone veio até mim e perguntou se
uma amiga sua que tinha acabado de chegar de MG podia vir até o quarto, pois
não tinha onde dormir aquela noite e como o quarto estava pago (diária) depois
que fossemos embora ela podia ficar. Concordei e ela avisou à amiga. Demorou
uns 10 minutos e sua amiga chegou. Uma loirinha muito simpática que me deu um
selinho agradeceu e resolveu tomar um banho para ficarmos a vontade. Quando
saiu a morena perguntou se eu queria meter nela outra vez e eu disse que queria
chupar o seu pau e já comecei a alisar ele. Ficou duro rápido e o meu também.
Colocou a camisinha e eu comecei a chupar aquele pau maravilhoso imaginando
como o seria o da loirinha. Eu chupava até o seu pau entrar tudo e soltava bem
devagar então pedi para ela me comer de quatro. Enquanto ela me comia a
loirinha saiu do banheiro só de calcinha e rindo disse uau, também quero. Eu
sorri para ela e ela tirou a calcinha e se sentou na minha frente escondendo o
seu pau. Começou a me acariciar e beijar minha boca com língua e tudo, passava
a mão no meu pau e dizia para eu gozar. Eu olhava a morena pelo espelho e ela
estava metendo com vontade. Eu queria ver o pau da loirinha, mas ela escondia e
ria e então a morena avisou que ia gozar. Meteu forte e rápido. Dava estocada
no fundo e parava e eu não consegui gozar. Arrombou meu cuzinho gostosamente e
eu não gozei. Caímos de lado e fiquei abraçado com a loirinha enquanto a morena
foi tomar banho. Saiu rapidamente e com um selinho se despediu. Fiquei sozinho
com a loirinha e conversamos um pouco. Eu perguntei por que ela não deixava eu ver
seu pau. Ela riu e me mostrou um belo pau, não tão grosso como o da morena, mas
era bem grande, branquinho e estava meio mole. Eu o segurei e comecei a
punhetá-lo e ficou duro, eu segurava com força e olhava para loirinha safadinha
e ela disse que queria me comer até eu gozar. Ela colocou a camisinha e se
deitou com seu pau para cima e pediu que eu sentasse nele. Só sentei depois de
mamar um pouquinho. Entrou tudo e ela pediu que eu gozasse nos seus peitos e
assim fiz. Meu cuzinho ardia com aquela tora me fudendo, mas gozei gostoso,
gozei em jatos nos peitos dela. Foi muito bom, vou provar novamente.

Category:

TOP TRAVESTI

Tags:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*